Notícias
Própolis na Odontologia: Controle da Placa Bacteriana
A própolis é uma resina produzida por abelhas à partir de substâncias que elas extraem das plantas. Por apresentar diversas propriedades, dentre elas, ação antimicrobiana e antiinflamatória, a própolis pode prevenir a doença periodontal.
Por Celeila Maria de Oliveira Brito /Narjara Assunção Lima / Izamir Carnevali de Araújo// Universidade Federal do Pará - Odontologia

A própolis é uma resina
produzida por abelhas

 
Própolis é uma palavra derivada do grego pro (=antes) + polis (=cidade) que significa guardar a cidade. Essa substância é utilizada pelas abelhas como meio para proteger a colméia contra a invasão de microorganismos, sendo também considerada um antibiótico natural. A própolis apresenta uma série de atividades terapêuticas, dentre elas: antimicrobiana, antiinflamatória e cicatrizante, que justificam o interesse despertado pela própolis nos tratamento odontológicos nas mais diversas especialidades. Devido a isto, a própolis tem sido introduzida aos dentifrícios objetivando um efeito adicional no controle da placa bacteriana e gengivite com resultados favoráveis.

Na área da Periodontia, foi feito um estudo sobre a influência da própolis sobre a gengivite onde foi demonstrada a diminuição na formação da placa bacteriana supragengival de humanos sob a aplicação tópica de própolis.

Com base nos relatos feitos acerca da própolis, a proposta deste estudo é pesquisar os efeitos desta resina em odontologia na amostra de escolares selecionados e verificar a eficácia terapêutica da própolis na prevenção da doença periodontal.

Em relação aos resultados, houve redução de índice de placa no grupo de estudo. 

A própolis sob a forma de dentifrício diminuiu o índice de placa bacteriana.