Notícias
Importância da Odontologia no aleitamento materno
Apesar de natural, a amamentação não é instintiva ou inata, pelo contrário, é uma habilidade que depende muito da cultura, dos comportamentos sociais e, portanto, deve ser despertada, incentivada e aprendida.
Por Rosieli A. Chiaratto, Ioneide M.G. Brandão, Rosani A.A.R. Souza, Suzely A.S. Moimaz, Nemre A. Saliba / Curso de Pós-graduação em Odontologia Preventiva e Social-Faculdade de Odontologia de Araçatuba - UNESP

Considerando-se que as mães decidem como alimentar seus bebês durante o período da gestação e, ainda, que nesta fase encontram-se mais receptivas a informações relacionadas aos cuidados com o futuro bebê, destaca-se a importância do papel do cirurgião-dentista tanto na promoção quanto na orientação de fatores fundamentais para o sucesso deste processo junto a suas pacientes gestantes.

Vantagens do aleitamento materno

• Possibilita trocas afetivas entre mãe e filho; 
• Promove estabilidade desta relação (mãe/filho); 
• Se praticado com exclusividade até 6 meses de idade da criança, atua como método anticoncepcional; 
• Diminui o sangramento pós-parto; 
• O leite materno não necessita de preparo, está sempre pronto; 
• O leite materno é barato e somente do lactente.

Por que amamentar?

• Crianças aleitadas ao seio têm menores chances de contraírem doenças respiratórias e otites médias; 
• O aleitamento materno é fundamental para o desenvolvimento neurológico, respiratório e miofuncional da criança; 
• É importante para a construção das medidas faciais e correto posicionamento dos dentes da criança; 
• O aleitamento materno impede o contato precoce com o açúcar; 
• Crianças amamentadas têm melhor desenvolvimento mental e motor; 
• O aleitamento materno tem importância epidemiológica, pois é significativo na redução de morbidade e mortalidade infantis; 
• A amamentação protege contra pneumonia, uma vez que a introdução precoce de alimentos sólidos aumenta a probabilidade de contraí-la; 
• Crianças alimentadas ao seio materno ficam mais protegidas contra o aparecimento de esclerose múltipla; 
• O aleitamento materno evita episódios de diarréia e de desidratação.

Informações importantes para o sucesso da prática do aleitamento materno: 

• Posicionamento correto da criança e da mãe durante mamada; 
• A produção de leite está diretamente associada ao número de mamadas, sendo que o tamanho dos seios não influencia o processo; 
• Todas as mulheres podem amamentar, exceto em casos de psicoses e enfermidades infecciosas graves; 
• Não existe leite fraco, sendo que o leite dos primeiros dias (colostro) é essencial para proteção da criança; 
• Mães desnutridas podem produzir leite suficiente; 
• Mães que trabalham fora têm o direito de amamentar.

O período da gestação e os primeiros dias pós-parto são de fundamental importância para o sucesso da prática do aleitamento materno, que está condicionado não só à sua iniciação, mas também à sua continuidade. Por esse motivo, ressalta-se a necessidade e a importância da participação do cirurgião-dentista neste processo.